Seu navegador nao suporta javascript, mas isso nao afetara sua navegacao nesta pagina

Conselho Nacional de Procuradores-Gerais - CNPG

Menu
<

MPRN: Nascer com dignidade: audiência discute atenção materno-infantil

Superlotação, falta de ambulância própria, equipamentos defeituosos ou quebrados e mofo e infiltrações nos centros cirúrgicos. Esses são apenas alguns dos problemas identificados em vistoria realizada pela Promotoria de Justiça de Defesa da Saúde da Comarca de Natal no último dia 13/03 nas maternidades Unidade Mista de Felipe Camarão, Unidade Mista das Quintas, Hospital da Mulher Dr. Leide Morais e a Maternidade Escola Januário Cicco.


Como forma de buscar soluções para esses e outros problemas que hoje comprometem a qualidade do serviço prestado às gestantes e recém-nascidos, o Ministério Público Estadual e o Fórum em Defesa da Saúde realizam no próximo dia 1º de abril uma audiência pública no intuito de aprofundar o diálogo aberto com o município de Natal e implementar mudanças reais para mudar essas realidade.

A audiência pública será realizada na sede da Procuradoria-Geral de Justiça (Rua Promotor Manoel Alves Pessoa Neto, 97 – Candelária), às 14h e vai contar contar a participação de diversas entidades ligadas à saúde pública, além dos Promotores de Justiça de Defesa da Saúde e de representantes da Prefeitura de Natal e da Secretaria Municipal de Saúde.

A iniciativa faz parte do projeto “Nascer com Dignidade”, do Ministério Público do Rio Grande do Norte, que visa a redução da mortalidade materno-infantil. A preocupação se evidencia quando verifica-se que no Rio Grande do Norte 76% dos óbitos de recém-nascidos e 80% dos óbitos maternos ocorrem por causas evitáveis, em sua maioria relacionadas à falta de atenção adequada à mulher durante a gestação, no parto e também ao feto e ao bebê.

.: voltar :.