Imprimir

capa Logo CNPG

O Conselho Nacional de Procuradores-Gerais do Ministério Público dos Estados e da União, CNPG, emitiu Nota de Repúdio nesta sexta-feira (8/11) quanto às declarações do Ministro Gilmar Mendes, em sessão de julgamento realizada no dia de ontem, 7 de novembro de 2019, no plenário do Supremo Tribunal Federal, nas Ações Declaratórias de Constitucionalidade 43, 44 e 54, por meio das quais desrespeitou os integrantes do Ministério Público brasileiro.

Segundo o documento, ao votar, o Ministro deixou de se ater ao cerne da discussão jurídica sobre a possibilidade de início do cumprimento da pena a partir da condenação em segunda instância, passando a ofender e desqualificar os membros do Ministério Público brasileiro, que atuam incansavelmente na construção de um novo paradigma de justiça social.

Confira a Nota de Repúdio na íntegra aqui.