O XI Encontro Nacional da Comissão Permanente de Combate à Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher (Copevid) será realizado nos dias 25 e 26 de novembro de 2021. Com o tema “Lei Maria da Penha: Interseccionalidades e alterações legislativas”, o evento será promovido pela Copevid e o Grupo Nacional de Direitos Humanos (GNDH) do Conselho Nacional de Procuradores-Gerais (CNPG), a Escola Superior do Ministério Público do Estado de Goiás (Esump-MPGO), o Centro de Apoio Operacional do MPGO (área de atuação em Políticas Públicas e Direitos Humanos) e o Núcleo de Gênero (MPGO). A presidente do GNDH, a procuradora-geral de Justiça do Ministério Público do Estado do Espírito Santo (MPES), Luciana Andrade, participará virtualmente da abertura do evento.

Tendo como público-alvo integrantes do Ministério Público brasileiro, do Poder Judiciário, da rede de atendimento à mulher em situação de violência e a comunidade acadêmica, a programação dos dois dias de encontro inclui palestra com o tema “Análise interseccional da violência contra a mulher na pandemia e seus efeitos”, o painel “Stalking e suas consequências às violências contra as mulheres” e a palestra “Interseccionalidades da violência contra a mulher: estratégias de resistência”, entre outros painéis e espaços para diálogo.

O encontro acontecerá no formato híbrido: na modalidade presencial, realizado no auditório do edifício-sede do MPGO e, na modalidade on-line, na plataforma Zoom.

As inscrições para o evento na modalidade virtual ainda estão abertas. (Clique aqui )

Grupo Nacional de Direitos Humanos
O Grupo Nacional de Direitos Humanos (GNDH) é um órgão do Conselho Nacional de Procuradores-Gerais dos Ministérios Públicos dos Estados e da União (CNPG) que tem por finalidade promover, proteger e defender os direitos fundamentais dos cidadãos. Composto por representantes dos Ministérios Públicos dos Estados e da União, o grupo tem como objetivo a efetivação dos direitos humanos, em âmbito nacional, a partir da interlocução com a sociedade civil, da articulação entre os MPs, da promoção de convênios e de outros meios de atuação. Em agosto de 2021, a procuradora-geral de Justiça do MPES, Luciana Andrade, foi eleita presidente do GNDH.

Integram o grupo sete comissões permanentes que têm por finalidade a discussão de questões práticas e teóricas e o intercâmbio de experiências.

Confira a programação completa do evento






Redes Sociais

MPs Estaduais

MPAM

  • 25/11/2021
  • 25/11/2021